fbpx
Como vão ser as novas placas padrão Mercosul?

Como vão ser as novas placas padrão Mercosul?

O Diário Oficial da União anunciou a resolução imposta pelo Conselho Nacional de Trânsito, e, a partir do dia 01 de setembro deste ano, todos os carros zero quilômetro, e as transferências de municípios ou de documentos realizados a partir deste período, terão como novo modelo de emplacamento a padronização pelo sistema Mercosul. Ou seja, os países que fazem parte do grupo vão adotar o mesmo modelo de placa veicular.

O novo modelo já está sendo utilizado na Argentina, e, no Brasil, era esperada a sua implantação no início em janeiro de 2016, porém, a medida foi adiada 2 vezes, tornando-se obrigatória agora, em 2018.

A norma facilitará a circulação entre países e o controle de entrada dos veículos roubados pelo sistema Mercosul. As novas placas serão bem diferentes das que encontramos nas ruas atualmente, e, no post de hoje, nós listamos quais vão ser as mudanças. Confira.

1°- Mudança visual das novas placas

  • A placa passou a ter 4 letras e 3 números, podendo uma letra entrar no meio dos números; (na placa atual, são 3 letras e 4 números, sendo eles separados);
  • O fundo de todas as placas será branco;
  • A margem superior será azul;
  • Lado esquerdo terá o logotipo do Mercosul;
  • Lado direito terá a bandeira do Brasil;
  • No centro, será colocado o nome do Brasil;
  • Nome da cidade e estado estará na lateral direita;
  • As novas placas contarão com chip para facilitar a identificação de carros roubados ou clonados;
  • O modelo não contará mais com o lacre, utilizado nas placas atuais.

2° As cores para cada tipo de veículo

  • Veículo de passeio terão letras e números pretos;
  • Veículos comerciais terão letras e números vermelhos;
  • Veículos oficiais terão letras e números azuis;
  • Veículos em teste terão letras e números verdes;
  • Veículos diplomáticos terão as letras e números em dourado;
  • Veículos de colecionadores terão as letras e números em prata.

O tamanho das novas placas será o mesmo usado atualmente, e, até o prazo final, 31 de dezembro de 2023, a troca – exceto nas situações que já vimos, será facultativa, ou seja, o motorista faz se achar necessário.

E então, você ficou com alguma dúvida ou questionamento sobre o novo processo envolvendo as novas placas? Deixe o seu comentário e até a próxima. 

Comentários do Facebook
Fechar Menu