5 erros que você não pode cometer na terceirização de frota

5 erros que você não pode cometer na terceirização de frota

Para evitar erros na terceirização de frota é muito importante e estratégico para a empresa, refletir e buscar conhecimentos nessa transição é essencial. Dessa maneira, é possível economizar e realizar uma escolha mais correta e vantajosa para a sua empresa.

Para ajudá-lo nesse processo, no artigo de hoje, falaremos sobre alguns dos erros mais comuns e que você deve evitar no momento da terceirização de frota. Acompanhe.

ERRO #1 NÃO ESCOLHER UMA EMPRESA QUALIFICADA

Quanto se trata da terceirização de frota, é fundamental realizar uma pesquisa de mercado para escolher a melhor empresa possível. Afinal, o rendimento e a lucratividade do seu negócio também estão em jogo.

Para a terceirização de frota, você deve encontrar uma empresa qualificada e séria, que tenha credibilidade, conhecimento e experiência na área, e que ofereça um atendimento ágil e de qualidade, independentemente do tamanho do seu negócio.

Solicitar referências de outros clientes e de fornecedores pode ajudar a verificar se a empresa honram seus compromissos e é correta em suas negociações. Ao fazer uma escolha segura, com uma empresa de qualidade, você acaba evitando diversos problemas no futuro.

ERRO #2 – DEIXAR DE CRIAR UMA POLÍTICA DE GESTÃO DE FROTA

Mesmo na terceirização, sua empresa precisa criar uma política de gestão de frota para nortear todos os trabalhos na área e resolver todas as questões relacionadas a esse assunto.

Portanto, é fundamental designar um colaborador da empresa para acompanhar o contrato de terceirização e garantir que todos os requisitos e objetivos negociados estão sendo realizados dentro dos parâmetros de qualidade exigidos. Isso garante o bom funcionamento do seu serviço.

ERRO #3 – DEIXAR DE LADO A MANUTENÇÃO PREVENTIVA

A manutenção preventiva é fundamental para garantir o bom funcionamento de uma frota, pois esse também é um erro que pode custar muito caro no futuro.

De maneira geral, o gestor da frota deve se manter focado para garantir a produtividade e a eficiência operacional. Ao não realizar as manutenções preventivas, a empresa acaba tendo custos maiores no longo prazo. Além disso, os veículos podem ficar parados por mais tempo do que o necessário para cada manutenção, acarretando em ociosidade e comprometendo a eficiência da frota e a lucratividade de seu negócio.

ERRO #4 – NÃO GERENCIAR AS ROTAS

Para garantir o bom funcionamento da sua frota, é preciso gerenciar as rotas de acordo com o percurso e com as características dos veículos, levando em consideração, também, o seu desgaste natural.

Por isso, é fundamental gerenciar as rotas, tendo em mente que nem sempre o caminho mais curto será o melhor. Ao levar em consideração diversos aspectos, você acaba conseguindo economizar e evitar problemas futuros. Por isso, não ter um bom gerenciamento de rotas pode ser um grande erro no processo de terceirização de frota.

ERRO #5 – NÃO ESCOLHER OS VEÍCULOS CORRETOS NA TERCEIRIZAÇÃO DE FROTA

No momento da terceirização de frota, deve-se escolher os melhores veículos para as atividades que vão ser desempenhadas. Os modelos devem suprir as necessidades da sua empresa, ao mesmo tempo que precisam auxiliar na economia e na diminuição de possíveis problemas (como desgaste natural, consumo excessivo de combustível e assim por diante).
Por isso, a escolha dos veículos deve ser realizada com cuidado e sob muito estudo, evitando dores de cabeça no longo prazo.

Ao conhecer os principais erros cometidos na terceirização de frota, você tem melhores condições de fazer uma escolha mais assertiva para a sua empresa. 

Comentários do Facebook
Fechar Menu